A Luta

Taquara: Médicos podem parar em 30 dias se hospital não pagar atrasados

22/01/2016 19:37

Os médicos de diversas especialidades que atuam no Hospital Bom Jesus, de Taquara, podem parar daqui a 30 dias se a instituição não regularizar o pagamento dos honorários. O Sindicato Médico do RS (SIMERS) notificou a direção do hospital, gerido pelo Sistema Mãe de Deus, nesta quinta-feira (21), dando aviso prévio de um mês para resolver os atrasos dos meses de outubro, novembro e dezembro. 
O documento também foi protocolado também na prefeitura, Secretaria Municipal da Saúde, Ministério Público Estadual, Conselho de Medicina RS (Cremers) e Conselho Municipal da Saúde, para dar conhecimento às autoridades sobre a situação no estabelecimentos e o impacto à assistência. Cerca de 30 médicos cuidam dos pacientes do Bom Jesus.
Os profissionais fazem procedimentos (como cirurgias) e acompanham os casos internados. Com isso, asseguram a operação e capacidade de receber repasses do SUS. O Sindicato lembra que a situação de atraso virou rotina. Em 2015, o SIMERS fez a mesma notificação, e a direção colocou em dia os atrasados. "Os profissionais estão trabalhando normalmente mesmo sem receber. É um desrespeito completo aos médicos", lamenta a entidade médica.
SEGUROS