A Luta

Presidente do SIMERS debate saúde com representantes do Legislativo

29/06/2017 09:46

Nesta quarta-feira (28), o presidente do Sindicato Médico do RS (SIMERS), Paulo de Argollo Mendes, recebeu a visita de dois representantes do PTB no Legislativo, o vereador de Porto Alegre e médico, Dr. Goulart e o deputado estadual Luís Augusto Lara. Na ocasião, foram discutidas questões relacionadas à saúde, especialmente a grave situação da área em Porto Alegre, bem como no restante do Rio Grande do Sul. “Estamos vivendo um momento de crise aguda e intensa, tanto na Capital, como no Estado”, contextualizou Argollo. A abertura de leitos foi apontada como solução para o cenário. A deficiência de internações hospitalares faz com que pacientes sejam represados nos serviços de emergência e nos pronto-atendimentos. “Estes locais acabam se constituindo em verdadeiros hospitais clandestinos. Um exemplo é o Postão da Vila Cruzeiro, em Porto Alegre, que costuma ter dezenas de pacientes que deveriam ser transferidos para um leito hospitalar mas, por falta de camas, ficam em salas do posto. Muitas vezes são pacientes entubados, que deveriam estar em uma UTI”, lamenta o dirigente.

Sofrimento para pacientes do interior

Quem também sofre com a falta de leitos são os pacientes encaminhados do interior. Segundo o presidente do SIMERS, a chamada, pejorativamente, “ambulancioterapia” foi pactuada com Porto Alegre. “Por ter grandes hospitais e serviços de alta complexidade, a capital recebe muito mais recursos por que assumiu o compromisso de atender os pacientes de maior gravidade oriundos de outras cidades. Ao atender a população do interior, Porto Alegre não faz mais do que sua obrigação, embora alguns políticos discursem que o problema da saúde do município é receber pessoas de outros locais”, afirma Argollo. O dirigente do SIMERS voltará a se reunir com Goulart e Lara para aprofundar o tema e discutir medidas que auxiliem a saúde.
SEGUROS