A Luta

Mais de 80% dos brasileiros estão descontentes com o serviço de saúde pública

16/03/2016 17:40

UNIDADE_BASICA_DE_SAUDE_LARANJAL-5 A saúde pública, historicamente, sempre foi alvo de muitas críticas em todos os governos. De acordo com uma pesquisa recente divulgada pelo instituto Datafolha, encomendada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), aponta que 87% das pessoas consideram os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) péssimo ou regular. Já 93% dos entrevistados avaliaram de forma negativa a saúde no Brasil como um todo. Ainda conforme o estudo, a maioria tem dificuldades de acesso ao SUS e a saúde é prioridade para mais de 80% dos brasileiros. Os números mostram que 92% dos cidadãos que buscam os serviços do SUS apontam a demora do atendimento como um dos principais problemas. Para 47% deles, a espera por uma consulta fica entre um a seis meses, enquanto 29% aguardam mais que esse período de tempo. Sobre os serviços do SUS que os pacientes enfrentam maiores dificuldades para acessar, as cirurgias aparecem no topo da lista, representando 63% do percentual. “Esses números, para mim, mostram que a organização do sistema público de saúde é ruim e sem estrutura para atender as necessidades da população, diferente do bom atendimento médico no SUS que é muito bom. Isso é importante separarmos”, afirma o Conselheiro Federal do CFM no Rio Grande do Sul, Cláudio Franzem. O conselheiro do CFM ainda ressaltou que a dificuldade de acesso ao SUS é por causa do sistema burocrático da rede pública. “Hoje, as pessoas vão até o posto de saúde, depois passam por um especialista até chegar ao hospital. Essa tramitação, além de afastar os pacientes do SUS, muitas vezes fazem com que eles cheguem ao médico com a doença agravada”. Os dados também apontam que o público que mais aguarda atendimento é formado por mulheres com idade entre 25 a 55 anos, que residem na região e possuem ensino fundamental.          
SEGUROS