Defesa

Simers retorna à Viamão para tratar demandas dos médicos

05/12/2019


Em reunião na Secretaria de Saúde de Viamão nesta terça-feira (3), o Simers tratou de questões levantadas em vistoria realizada no dia 27 de novembro pela entidade na Unidade de Pronto Atendimento do município.

Entre os problemas verificados na ocasião, constatou-se falta de médicos e de medicamentos e laboratório desativado. No momento da visita do diretor da entidade médica, Eduardo Dias, à unidade, quatro clínicos atendiam aos pacientes, quando a escala ideal deveria contar com cinco profissionais. Além disso, nenhum pediatra atua na UPA, o que causa insegurança entre os médicos da unidade.





O encontro foi marcado com o Secretário de Saúde Carlito Nicolait, que não pode comparecer e foi representado pelo diretor-geral da unidade, Marcos Dantas, e a enfermeira Lorraine Farias. De acordo com eles, assim que foram detectados os problemas, a prefeitura realizou uma intervenção na unidade para resolver as questões causadas pela empresa Lagos Rio. O processo de licitação será aberto tão logo se encerrar o contrato da administradora atual, a partir de 18 de dezembro.  

“Demos encaminhamento hoje mesmo ao processo de licitação para a compra emergencial de medicamentos e insumos”, afirmou o diretor-geral da unidade. Além disso, garantiu completar a escala médica e se comprometeu a resolver as demais questões levadas pelo Simers.

SEGUROS