Defesa

Simers lança canal de comunicação para denúncias de assédio moral ao médico

12/02/2020


O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul - Simers, que institui diferentes ações em defesa do profissional e a condição de trabalho do médico, estabeleceu um canal online para denúncias de assédio moral ao médico durante o desempenho de sua atividade: acesse aqui.

Através desta ferramenta, os médicos poderão relatar situações abusivas de empregadores ou colegas, com total garantia de sigilo. A partir das informações e registros, o Sindicato vai estabelecer atendimento cabível, de forma pontual ou coletiva.

Para o Simers, resguardar ao médico um bom ambiente de trabalho, o respeito ao cidadão e profissional significa propiciar condições de atendimento e promoção da saúde à população.

Além deste link, o Simers também disponibiliza atendimento 24h de um diretor, um advogado e um jornalista para oferecer orientação técnica e jurídica em situações de grave vulnerabilidade. O Plantão Simers funciona 24 Horas e os interessados podem em contato, pelo telefone: 0800 512569.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT, 2003), o assédio moral se caracteriza pela exposição de um trabalhador a perseguição, perturbação, constrangimento e humilhação reiterada durante a jornada de trabalho, especialmente por alguém em posição superior. Situações como estas não devem ser tratadas com normalidade, mesmo no período de aprendizado dentro da residência médica.

 

Características do assédio moral:

  • Atos com a intenção de ocasionar um dano psíquico ou moral ao empregado para marginalizá-lo no seu ambiente de trabalho.

  • Exposição prolongada às ações capazes de produzir o objetivo.

  • Isolamento da vítima, que passa a ser hostilizada, ridicularizada, inferiorizada, culpabilizada e desacreditada diante dos pares.

  • Humilhação repetitiva e de longa duração interfere na vida do trabalhador de modo direto, comprometendo sua identidade, dignidade e relações afetivas e sociais, ocasionando graves danos à saúde física e mental.

 Fonte: Organização Internacional do Trabalho (OIT, 2003).

SEGUROS