Defesa

Simers é impedido de realizar vistoria no HMIPV

22/04/2020


A diretoria do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) esteve na tarde desta quarta-feira (22/4) no Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV), com o objetivo de percorrer os setores que funcionarão após a transferência dos serviços da maternidade, centro obstétrico, UTI Neonatal e UTI pediátrica do Hospital São Lucas da PUCRS, definida neste mês. No entanto, os representantes do Simers não foram autorizados a entrar no HMIPV. A administração informou que a entidade médica só poderá realizar a visita mediante a liberação do gabinete da Prefeitura de Porto Alegre.

A vistoria, além de checar a estrutura do local, também serviria como resposta ao ofício da promotora de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos de Porto Alegre, Liliane Dreyer. Ela solicitou uma análise do Simers depois de ter sido comunicada, pela instituição médica, sobre o fechamento do setor materno-infantil do hospital da PUCRS e a transferência dele e de outros serviços para o Presidente Vargas.

Saiba mais em: http://www.simers.org.br/noticia/ministerio-publico-recomenda-suspenso-da-transferencia-da-uti-neonatal-do-hospital-so-lucas-para-o-presidente-vargas

SEGUROS