Defesa

Simers e Cremers solicitam fechamento da emergência do Hospital Centenário

22/08/2019

Em uma ação conjunta entre Simers e o Cremers, o Conselho determinou à direção do Hospital Centenário, de São Leopoldo, o fechamento da emergência da instituição. O motivo é a carência de médicos. Nesta quinta-feira (22/8), apenas dois médicos atendiam nas quatro frentes da emergência – salas de politraumatizados, de observação, de medicamentos e “porta aberta” (demandas espontâneas).



Sob a alegação de falta de recursos, a direção do Centenário se nega a contratar mais um médico substituto, colocando em risco profissionais e pacientes. O Simers também registrou a situação no Ministério Público Estadual em São Leopoldo.

“A situação é caótica. A emergência está lotada e há apenas dois médicos para atender a toda a demanda”, relata o diretor do Simers, Filipi Becker”, que vistoriou o Centenário nesta tarde.






SEGUROS