Defesa

Prefeitura apresenta cenário irreal da saúde na capital

12/02/2020


Diretora Adriele expôs os problemas nas unidades de saúde da capital
Diretora Adriele expôs os problemas nas unidades de saúde da capital


A situação da saúde na capital foi o tema da reunião da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara de Porto Alegre no dia 11 de fevereiro. Temas como a falta médicos, a extinção do Imesf e as estruturas precárias em Unidades de Saúde foram abordados no encontro. O secretário adjunto da saúde de Porto Alegre, Natan Kartz, apresentou um cenário positivo que foi contestado pelos presentes. O próprio Natan relatou na Cosmam que atualmente 10 unidades de saúde de Porto Alegre estão sem médicos, totalizando uma carência de 39 profissionais. Isto implica na desassistência superior a 100 mil pessoas. 

Conforme a diretora do Simers, Adriele Andres, o problema da falta de médicos vai aumentar porque está diretamente ligado à precarização dos serviços de saúde e a desvalorização profissional. Adriele lembrou que, devido a uma instrução normativa emitida pela prefeitura de Porto Alegre no 2º semestre de 2019, o Simers teve sua atuação restringida nas unidades de saúde da capital. A diretora pediu apoio da Câmara Municipal para que o Sindicato retome esta atividade. Ao final da reunião, a diretora ressaltou que o secretário adjunto manteve a postura de falta de diálogo do município. “Esta é uma gestão que não tem interesse em conversar com as entidades representativas e a população”, concluiu.


SEGUROS