Defesa

Direção do Simers cria Núcleo Médico Jovem

16/01/2019

Com intuito de dar suporte aos médicos recém-formados, a nova direção do Simers criou o Núcleo Médico Jovem. A comissão será composta por seis pessoas, todos médicos com menos de 10 anos de formação e com diferentes vínculos empregatícios. Os encontros acontecerão a cada 15 dias e de forma rotativa, visitando serviços de residência médica e hospitais-escola, no Interior e na Capital.


O que importa para o médico jovem

Para iniciar os trabalhos do Núcleo Médico Jovem, foram mapeados todos os segmentos considerados importantes para o grupo. Uma das metas do Simers para o segundo semestre de 2019 é promover um congresso reunindo os profissionais. A proposta é abordar os temas mais relevantes evidenciados no trabalho do Núcleo na primeira etapa do ano. 

Para o presidente do Simers, Marcelo Matias, o objetivo é valorizar essa faixa etária da categoria. “Precisamos fortalecer o segmento jovem, o recém-formado, aquele que está fazendo residência ou está entrando no mercado de trabalho. O Núcleo Médico Jovem tem essa missão”, salientou o dirigente.  


Médicas jovens representadas

Segundo o levantamento Demografia Médica, de 2018, as médicas são maioria nas faixas de 30 a 34 anos (53,75%) e menores de 29 anos (57,4%), mas não estavam representadas efetivamente no Estado, conforme o diretor do Núcleo Acadêmico do Simers, Vinicius de Souza. “Nosso objetivo é proteger e representar cada médico e médica jovem e é preciso ter em conta o contexto de cada um”, destacou.



SEGUROS