Na Defesa

Simers verifica pacientes no chão na ala psiquiátrica do PA Cruzeiro do Sul

23/05/2019


Crianças e adolescentes dormem no chão dentro de consultório médicos.
Crianças e adolescentes dormem em colchonetes no chão dentro de consultório médicos.

Em vistoria realizada nesta terça-feira (21), o Simers comprovou que se agravou o caos vivido na ala psiquiátrica do Posto de Atendimento Cruzeiro do Sul (PACS), em Porto Alegre. Pessoas dormindo em colchonetes do chão e menores alojados dentro de consultórios. O tempo úmido e chuvoso piora ainda mais as condições. Um dos motivos é a reforma que está sendo feita no setor, noticiada pelo Simers em fevereiro e março deste ano. O Simers notificou as autoridades há mais de 60 dias, porém as irregularidades permanecem. 

Além de conviver com a dor, os pacientes têm que ter paciência. Pela segunda vez, na mesma semana, uma mulher de 45 anos buscou atendimento psiquiátrico para o marido que sofre de depressão, mas a previsão de atendimento era de 25 horas, e ela não pode aguardar. 

Na ocasião da vistoria realizada pela diretora do Simers Adriele havia 26 pacientes em um local com capacidade para observar 14.  “A ala da psiquiatria está um caos. O enfermeiro e os dois técnicos estão com uma sobrecarga absurda de trabalho. Esses pacientes não têm nem onde ficar deitados. Eles estão em colchões no chão. Sem contar que inexiste psiquiatra infantil, e dos quatro consultórios da ala, somente um está em funcionamento pois os demais foram transformados em leitos para crianças e adolescente. É desumano o que ocorre neste Pronto Atendimento”, enfatiza Adriele.

SEGUROS