Defesa

Simers vai ajudar médicos do Estado a garantir seus direitos previdenciários

29/11/2019

Com direitos adquiridos ameaçados pelas reformas propostas pelo governador Eduardo Leite, os médicos do Estado estão mobilizados para evitar perdas. Em reunião realizada nesta quarta-feira (27/11), o Simers garantiu à categoria o suporte necessário para minimizar prejuízos com as novas regras propostas pelo Executivo, atualmente em tramitação na Assembleia Legislativa.

Um dos principais impactos aos médicos caso as reformas sejam aprovadas diz respeito às perdas previdenciárias.

“A maioria dos médicos do Estado está a dias ou meses de se aposentar, de acordo com as regras que constavam nos editais dos concursos em que foram aprovados. Agora, no apagar das luzes, o governo propõe uma mudança nestas regras, o que é inaceitável”, afirma o presidente do Simers, Marcelo Matias.

Suporte administrativo e jurídico

Para garantir os direitos previdenciários dos médicos, o Simers vai auxiliá-los no encaminhamento dos pedidos de aposentaria tanto na esfera administrativa quanto na esfera judicial. A Assessoria Jurídica da entidade está à disposição dos médicos para orientá-los sobre o procedimentos para garantir a integralidade do benefício, de acordo com a situação de cada profissional.

Assim, o Simers convoca os médicos do Estado a procurarem sua equipe de advogados a fim de verificar o melhor caminho para assegurar os direitos conquistados em décadas de dedicação ao serviço público.

“Trata-se, nada mais do que o cumprimento das condições acordadas quando estes profissionais ingressaram no Estado, sem o acréscimo de nenhum novo benefício, mas também sem a supressão de nenhum direito adquirido”, ressalta Matias.

Confira a posição do Simers no vídeo abaixo:




SEGUROS