Defesa

Simers empenha-se para que pagamentos de médicos de Osório sejam quitados

12/06/2020


Com prisão do sócio-administrador da Resolutiva, empresa responsável pela contratação de médicos Pronto Atendimento (PA) de Osório, a situação dos pagamentos dos profissionais que lá atuam está suspensa. Em busca de soluções para a questão, o Simers reuniu-se com a equipe médica nesta terça-feira (9) e, na manhã seguinte, com a secretária de saúde do município, Silvia Oliveira.

O grupo de profissionais informou à diretora de Região Metropolitana do Simers, Alessandra Felicetti, que a empresa não efetuou as remunerações de abril. De acordo com a secretária, estes valores já foram repassados para a Associação Brasileira de Assistência Social, Saúde e Inclusão (Abrassi), administradora do PA, que deveria repassar os valores para empresa efetuar os pagamentos dos trabalhadores. 

Ao diretor da entidade médica Guilherme Peterson, Silvia comunicou que apura se a quantia referente ao quarto mês do ano está com a Resolutiva para que o saldo seja quitado. Sendo assim, as assessorias jurídicas e políticas do Simers farão um levantamento para saber quem estava atuando no local no período, horas trabalhadas e quantos plantões foram realizados por cada médico.

Sobre os honorários de maio e junho, a prefeitura comprometeu-se a pagá-los mediante o âmbito administrativo. Para que o problema seja resolvido em definitivo, a secretária garantiu que, estão em processo de contratação de uma nova empresa para conduzir a gestão do local.

SEGUROS