Defesa

Simers denuncia: PACS restringe atendimentos

26/06/2020



O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) recebeu denúncia de que o PACS está restringindo os seus atendimentos. Integrantes da entidade médica estiveram nesta sexta (26/6) no local e constataram o fato. Pela manhã, era apenas um médico clínico atendendo mais de 10 pacientes que estavam na sala de observação, sendo que alguns desses enfermos aguardavam internação hospitalar. À tarde, o PACS seguia com apenas dois médicos clínicos na escala, quando deveria estar com cinco.

No dia 18 de junho, a Prefeitura de Porto Alegre firmou contrato com o Instituto de Saúde Santa Clara para a prestação de serviços médicos no local. Porém, nos últimos dias, o PACS vem apresentando problemas na escala. O Simers também alerta para o fato de o posto seguir sem diretoria técnica há mais de um mês. Não ter um profissional médico registrado junto ao Cremers, no cargo de diretor técnico, prejudica o diálogo e causa uma demora ainda maior para resolução dos problemas apresentados, pois dificulta a interlocução com a gestão.

O Simers considera lamentável que a Prefeitura tenha construído esse cenário em meio à pandemia do novo coronavírus. A entidade médica também ressalta que se mantém atenta a todas irregularidades apontadas no local, já fez denúncias aos órgãos de fiscalização competentes e seguirá cobrando da gestão municipal as providências cabíveis.

SEGUROS