O Médico

SIMERS denuncia ao Procon cursos que prometem especialização em Medicina

18/01/2017

O Sindicato Médico do RS (Simers) entregará no Procon-RS, nesta quinta-feira (19), denúncia contra instituições que estão ofertando cursos autodenominados de especialização em áreas médicas sem poder conferir a titulação aos participantes. O presidente do Sindicato Médico, Paulo de Argollo Mendes, será recebido às 11h pelo diretor do órgão de defesa do consumidor, Márcio Afonso, na sede da entidade na Rua Sete de Setembro, 723, Centro de Porto Alegre.

Argollo pedirá providências imediatas a Afonso devido a propaganda enganosa e realização de cursos por empresas que não tenham a habilitação, conforme legislação e as normas do Ministério da Educação (MEC). A atuação dos estabelecimentos provoca medidas jurídicas do Simers desde 2016, incluindo junto ao MEC.

Esta semana o Sindicato publicou nota oficial alertando os profissionais para a prática das instituições no Rio Grande do Sul. "Salientamos que tais cursos não permitem ao egresso anunciar-se como especialista nem a registrar o título no Conselho Federal de Medicina (CFM)", advertiu a direção da entidade médica.

Confira a íntegra da nota:

ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA

Com relação à proliferação indiscriminada de “Cursos de Especialização” não vinculados às Sociedades de Especialidade ou à Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), em diversas áreas da Medicina, e que vêm sistematicamente sendo anunciados em diversos veículos de comunicação, informamos que já tomamos as medidas jurídicas cabíveis.

Salientamos que tais cursos não permitem ao egresso anunciar-se como especialista nem a registrar o título no Conselho Federal de Medicina (CFM).

 A Verdade faz bem à Saúde. 

Porto Alegre, 17 de janeiro de 2017.

Dr. Paulo de Argollo Mendes
Presidente

Dra. Maria Rita de Assis Brasil
Vice-presidente

 
SEGUROS