Defesa

SIMERS cobra melhorias no CEM de Carazinho

21/12/2016

Materiais enferrujados foram encontrados durante a visita. Foto: Divulgação/SIMERS
Materiais enferrujados foram encontrados durante a visita. Foto: Divulgação/SIMERS


O delegado regional do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS), Wernher Schwambac, realizou reunião na tarde de terça-feira (20), na sede da Secretaria de Saúde de Carazinho, com a titular da pasta da Saúde, Fernanda Gloeckner da Cás, e a secretária que assumirá a titularidade da saúde a partir de 2017, Anelise Shell Almeida.

Durante o encontro, o Sindicato pediu providências para o Centro de Especialidades Médicas de Carazinho – CEM, em função da precária infraestrutura existente no local.

Segundo o delegado do SIMERS, o prédio não tem condições para suportar o volume de atendimentos feitos no local, já que as condições oferecem riscos para a população. Protocolamos um ofício pedindo providências para o CEM, que hoje é um ambulatório de emergências”, destacou Schwambac.

Para a atual secretária de Saúde, a solução para o impasse consiste na abertura da Unidade de Pronto Atendimento tipo 1, pronta desde 2014, atualmente sem recursos para entrar em funcionamento. Após denúncias do SIMERS, a prefeitura espera receber em breve o dinheiro de uma verba parlamentar e repasses da câmara dos vereadores, para que se torne realidade o plano de aplicação para o CEM.

Durante a reunião, a futura titular da pasta solicitou o prazo de 30 dias para implementar mudanças. Para Anelise, a situação é grave e necessita de soluções urgentes.



SEGUROS