Defesa

Simers buscará soluções imediatas para os problemas da UPA de Viamão

19/02/2019


Diretor do Simers, Marcos Rovinski, realizando a vistoria na UPA. Foto: Simers/Divulgação
Diretor do Simers, Marcos Rovinski, realizando a vistoria na UPA. Foto: Simers/Divulgação

Atualizada em 20/02 às 16h


O Simers vai agir diretamente para sanar uma série de irregularidades encontradas na UPA de Viamão, em vistoria realizada pela própria entidade médica, na sexta-feira (15). Problemas como falta de medicamentos, condições de trabalho, falta de profissionais para atender a grande quantidade de demanda e suposto assédio que seria recorrente. Segundo relatos dos médicos, um gestor ofendeu os profissionais na frente de pacientes. 

Há casos de profissionais que pediram demissão por causa do cenário caótico, principalmente em relação aos assédios cometidos. “A situação do assédio e o desrespeito em frente aos pacientes é inadmissível. Além, é claro, dos outros problemas que prejudicam o trabalho dos médicos e o atendimento à população”, afirma o presidente do Simers, Marcelo Matias.

Desde a vistoria, o Simers vem buscando contato com os gestores da UPA e da administração municipal. Nesta quarta-feira (20), representantes da entidade conversaram pessoalmente com o diretor do Instituto dos Lagos Rio, José Buechem. Ele determinou a abertura de uma sindicância para investigar o ocorrido. Também se responsabilizou pelo fato, garantindo ao Simers que o fato não ocorrerá novamente. 


SEGUROS