Defesa

Simers alerta sobre a falta de medicamentos essenciais para pacientes psiquiátricos

24/06/2020


O Simers alerta, por meio do seu Núcleo de Psiquiatria, sobre a falta de medicamentos essenciais para o tratamento de inúmeros quadros psiquiátricos. De acordo com o Psiquiatra e Diretor de Interior Fernando Uberti, alguns medicamentos estão sem oferta pelo Sistema Único de Saúde (SUS) porque estão sendo descontinuados pelos laboratórios, como o dissulfiram, imipramina, pimozida e outros. 

Nesta semana, o Núcleo de Psiquiatria do Simers promoveu uma reunião com a presença do deputado estadual dr. Thiago Duarte. Foi encaminhada a realização de uma audiência pública sobre o tema na Comissão Estadual de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa gaúcha e o Simers defenderá que esses medicamentos sejam produzidos por laboratórios estatais e disponibilizados na rede “Farmácia Popular”. 

Segundo o diretor Fernando Uberti, integrante do núcleo, a falta desses medicamentos provoca um “efeito-cascata” e prejudica o sistema de saúde. “São várias as consequências: aumento de internação hospitalar, crescimento do número de suicídios e sobrecarga nos CAPS (Centros de Atenção Psicossocial). Esse quadro vai também causar um aumento no número de afastamentos do trabalho e de aposentadorias por invalidez, o que gera um alto custo econômico”, afirmou.

SEGUROS