Defesa

Câmara de Porto Alegre rejeita projeto sobre presença de doulas no parto

22/12/2016

Os vereadores de Porto Alegre rejeitaram o projeto de lei que obrigava a presença de doulas em maternidades, hospitais públicos e privados em trabalho de pré-parto, parto e pós parto. O vereador e médico Dr. Humberto Goulart comemorou a decisão dos colegas no plenário desta quinta-feira (22).

Dr. Goulart
Dr. Goulart destacou que prerrogativa do médico foi assegurada. Foto: Divulgação SIMERS


"Esta proposta não era viável. Temos um SUS desaparelhado, no qual as gestantes já enfrentam extremas dificuldades de acesso, com estrutura insuficiente. Precisamos focar na melhoria dessas condições", defendeu Dr Goulart, que participou da sessão, encerrando um tema que ocupou debates ao longo do ano.

Dr. Goulart lembrou que os médicos, com a liderança do SIMERS, buscaram sempre mostrar o impacto e o que representaria este tipo de medida. "Com esta decisão, ficou assegurado que o médico tem a prerrogativa de identificar se as condições do local permitem ou não a presença de outras pessoas que não fazem parte da equipe de assistência.”


SEGUROS