Defesa

Profissionais que integram o Mais Médicos relatam problemas enfrentados no programa

14/02/2019


Profissionais que atuam no Programa Mais Médicos se reuniram com representantes do Simers na noite da última terça-feira (12), na sede da entidade médica, para discutir problemas enfrentados pelo grupo. No início da semana, o Simers já havia realizado um breve levantamento entre os médicos, identificando questões pontuais, como falta de insumos em locais de trabalho e frequentes atrasos na bolsa do programa, custeada pelo Governo Federal. 

Durante o encontro, os médicos alegaram que ainda há o atraso de pagamento da bolsa em alguns postos, além da falta de informações sobre horas de estudo e cursos de aprimoramento, exigidos pelo programa. Outro problema relatado é a pressão de gestores para a renovação de receitas, prática proibida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).  

Segundo o diretor do Simers, Fernando Uberti Machado, o encontro foi essencial para a continuidade da coleta de dados. “Nosso objetivo foi escutar os médicos para identificar as demandas, como eventuais atrasos salariais e também de estrutura”, disse. 

Também representando o Simers, o diretor Guilherme Peterson, afirma que todas as informações coletadas são essenciais na busca de soluções para os problemas. “Escutamos todas as reclamações e dificuldades que os médicos do Programa Mais Médicos estão encarando. A partir dessas informações que estamos colhendo, vamos formar um plano de ação para sanar as dificuldades o mais breve possível”, afirmou. 


SEGUROS