Vida

Nossa homenagem ao Dia Nacional do Voluntariado

28/08/2020


No Dia Nacional do Voluntariado, nos dedicamos a exaltar os voluntários, indivíduos que doam seu tempo para realizar trabalhos sem fins lucrativos, além de todas as iniciativas do bem e do comportamento solidário, que se mostraram infinitamente importantes e fundamentais nesse período de pandemia do coronavírus, em diferentes situações.

O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) desenvolve diversos projetos de Responsabilidade Social, que incentivam ações voluntárias e solidárias, voltadas à prestação de cuidados com a saúde e qualidade de vida dos cidadãos.

 Como exemplo desse incentivo, citamos:

-  Foco na formação e manutenção do Grupo de Voluntariado Simers, formado por estudantes de Medicina, médicos e colaboradores da entidade. Esse grupo realiza visitas periódicas e dinâmicas em instituições de caridade, como o Lar Maria de Nazaré e o Asilo Padre Cacique. Além disso, integram-se a iniciativas como a Campanha do Agasalho, o Dia das Crianças e o Natal na Praça, que são realizados em parceria com o Museu da História da Medicina do RS (MUHM), e aos pequenos pacientes e familiares da Santa Casa de Porto Alegre e do Instituto do Câncer Infantil.

- Trote Solidário: criado em 2007, é o projeto social do Núcleo Acadêmico Simers (NAS), que junto aos novos estudantes das faculdades de Medicina do Rio Grande do Sul, mobiliza as comunidades para esclarecimentos e prática da doação de sangue às principais instituições de saúde do RS. Nesta mesma linha, os estudantes se mobilizam para arrecadação de alimentos, livros e agasalhos para doações às comunidades carentes. A iniciativa já ajudou a coletar mais de 6 mil bolsas de sangue, mais de 300 toneladas de alimentos e envolveu mais de 2,6 mil estudantes de Medicina das 20 faculdades que oferecem o curso no Estado.

- Neste ano, com a pandemia do coronavírus, o Simers e o Grupo de Voluntariado priorizaram as ações de prevenção, com desdobramentos de solidariedade à campanha "EPI, Já!".

 Fomos a primeira entidade médica a lançar uma campanha para alertas e orientações sobre cuidados de prevenção contra o coronavírus. Enquanto a sociedade estava voltada às tradicionais campanhas pré-Carnaval (com relação ao consumo de bebidas, uso da camisinha, etc.), o Simers, na véspera do feriado de Carnaval, mobilizou o voluntariado para distribuição de material impresso e amostras de álcool em gel para chamar a atenção da sociedade sobre a importância da higienização das mãos e cuidados com a saúde.

Fomos a primeira instituição a alertar aos gestores e sociedade sobre a necessidade do uso de EPIs como forma de proteção aos médicos, profissionais da saúde e aos cidadãos. Com a indisponibilidade de máscaras, lançamos a campanha institucional e a mobilização social para confecção de máscaras, além de estimularmos a doação de tecidos para tal produção e distribuição voluntárias, principalmente em localidades com atendimento aos pacientes de baixa renda.

Para essa ação, médicos e estudantes doaram tecidos, que foram entregues ao grupo de costureiras do Hospital Divina Providência, dos bairros Bom Jesus e Restinga e também de Viamão. Além disso, tivemos mães de estudantes de Medicina que apoiaram nosso propósito e, elas mesmas, costuraram máscaras para distribuição em asilos e postos de saúde. Neste caso, foram mais de 2 mil máscaras doadas.

 Apoiamos importantes iniciativas, através da Comunicação:

1. Coletivo Brothers In Arms (que conquistou inúmeras doações de máscaras e outros equipamentos de proteção aos profissionais da saúde, além de equipamentos imprescindíveis às instituições, na fase inicial da pandemia).

2. SunSet Faz Bem (Live do Dr. Tássio Crusius, que além de cardiologista é DJ). Nessa oportunidade, foram arrecadadas toneladas de alimentos, que foram direcionados ao Banco de Alimentos.

3. Campanha AME a JUJU, em colaboração ao casal de médicos que lutam para salvar a filha de um ano e seis meses de idade.

4. Instituto Floresta, que desde o início da pandemia também estimulou o apoio da sociedade em geral para atendimento das demandas principais para atendimento aos pacientes com covid-19.

5. Grupo de Arquitetos Solidários, que recuperam de forma voluntária os ambientes precários dos profissionais da saúde, de forma a diminuir os impactos negativos do período da pandemia.

6. Campanha para doação de computadores, incentivada pela UFCSPA, para que alunos em vulnerabilidade social possam acompanhar os estudos, em diferentes comunidades, no período de quarentena e distanciamento social.

Enfim, gostaríamos de poder atender a maioria das demandas que se apresentam à essa entidade médica, mas não conseguimos.

Porém, nos orgulhamos e reconhecemos que existe uma grande mobilização efetiva de cidadania de pessoas que também se mobilizam e, simplesmente, fazem o bem. E, com isso, automaticamente, propiciam saúde e melhor qualidade de vida a quem precisa. Citamos como exemplos os ex-atletas Tinga, Dunga, Chiquinho e o jogador D’Alessandro.

Através desses, no Dia Nacional da Solidariedade, queremos agradecer e parabenizar a todos que fazem a diferença social.

Nossos Parceiros:

1. Todas as faculdades de Medicina do RS (20, no total)

2. Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs)

3. Banco de Alimentos do RS

4. Banco de Livros do RS

5. Banco de Sangue do RS

6. Curso Pré-Vestibular Fleming

7. Asilo Padre Cacique

8. Lar Maria de Nazaré

9. ONG Integração dos Anjos

10. SOS Casa de Acolhida

11. Centro de Educação João Calábria

12. Lar Maurício Seligman

13. Cooperativa Copearte

14. Instituto do Câncer Infantil

15. Parceiros Voluntários

16.  Dr. Tássio Crusius

17. Hospital da Criança Santo Antônio

18.Hospital da Criança Conceição

19.Associação do Amigos do Museu de História da Medicina do RS

20.Sociedade Educacional Beneficente Emanuel

21.Instituto Espírita Dias da Cruz

22.Lar Esperança de Porto Alegre


SEGUROS