Defesa

Médicos da Santa Casa de Santana do Livramento retomam atividades após acordo com a direção

06/10/2017

Santa Casa de Santana do Livramento
Hospital vai pagar valores em atraso. Foto: Divulgação/SIMERS


Os médicos que atuam na Santa Casa de Misericórdia de Santana do Livramento retomaram os atendimentos eletivos, ambulatoriais e de sobreaviso nessa semana, após acordo com a direção. As atividades estavam suspensas há quase um mês por atrasos no pagamento de honorários médicos (relativos a 2016 e 2017) e falta de condições técnicas para o exercício da Medicina.

Ao SIMERS e aos médicos, o hospital se compromete a pagar os valores atrasados de 2016 (outubro, novembro e dezembro) através da assinatura de termo de confissão de dívida. Além disso, a Santa Casa garantiu a quitação das remunerações de julho e agosto deste ano até o final de outubro.

Na segunda-feira passada, o SIMERS promoveu reunião com o corpo clínico da instituição, com a participação da diretora Gisele Lobato e da delegada regional Luciane Peixoto. Na ocasião, o grupo de médicos formatou propostas para a atual administração do hospital, referentes aos atrasos no pagamento dos honorários e às condições de trabalho. Os profissionais também exigiram mais transparência na administração, com a eleição de um médico para compor a mesa gestora, assim como a escolha pela categoria do diretor clínico e do conselho de ética da instituição de saúde, definidos pelos próprios profissionais.

Entenda o caso

Desde o dia 10 de setembro, cerca de 60 profissionais contratados como pessoa jurídica e autônomos interromperam os atendimentos em função da falta de pagamento dos honorários de 2016, assim como a não quitação integral dos meses de julho, agosto e setembro deste ano. Apesar da situação, os atendimentos de urgência e emergência foram mantidos.

SEGUROS