Defesa

Hospital Centenário volta a parcelar remunerações

01/10/2019



 

Após pagar os salários integrais por três meses consecutivos, o Hospital Centenário (HC), em São Leopoldo, volta a atrasar as remunerações em setembro. Em nota, a instituição de saúde informou nesta segunda-feira (30) que pagará um teto de R$ 3.160 por matrícula.

Em contato com a direção do hospital, o Simers foi informado de que uma outra parcela deve ser paga até o dia 10 de outubro. Ainda assim, o montante não contempla toda a remuneração dos médicos.

O parcelamento chega no mesmo momento em que aumentam as demandas. O atendimento da área de obstetrícia foi estendido para mais cinco cidades da região, mesmo com a diminuição no número de leitos das UTI (neonatal e adultas) e no quadro de médicos – como anestesistas, que serão reduzidos para um especialista por bloco.  


Assistência comprometida

Há meses, o Simers denuncia as condições para o atendimento no Hospital Centenário – que comprometem a assistência – e a falta de um cronograma para o pagamento dos profissionais.

Na semana passada, o Simers criticou a gestão do hospital durante audiência pública da Câmara de Vereadores. “Culpar médicos e profissionais de saúde pelas más condições e pelas deficiências de atendimento do Hospital Centenário é uma forma dos administradores da instituição desviarem o foco dos problemas históricos da gestão”, disse o diretor Marcos Rovinski.

SEGUROS