Defesa

Emendas desfiguram “Médicos pelo Brasil”, aponta Simers

23/10/2019

O Simers reitera sua preocupação com as emendas protocoladas junto à Medida Provisória 890/2019 relativas ao Médicos pelo Brasil. Na avaliação da entidade, muitas delas desfiguram a proposta original do programa. “O Simers tem alternativas para suprimir estas emendas da MP, pois elas podem prejudicar o sistema de saúde do Brasil”, afirmou o vice-presidente do Simers, Edson Prado Machado.



O dirigente acompanhou na sexta-feira (18), na cidade de Pelotas, a palestra do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, sobre o impacto das reformas no desenvolvimento do país. Na ocasião, relatou ao deputado as ressalvas da entidade médica. Documento neste sentido foi entregue à Maia, assim como ficou deliberado o agendamento de uma reunião do Simers com o deputado em Brasília.


Saiba mais:

A versão original do "Médicos pelo Brasil", apresentada por meio da MP 890/2019, havia sido bem recebida pela categoria, na esperança de que pudesse corrigir graves distorções estabelecidas pelo programa “Mais Médicos”. O cenário mudou após a apreciação da Comissão Mista, formada por deputados e senadores, que incluiu pelo menos 36 emendas à proposta. Com essas alterações, aprovadas em setembro, a MP 890/2019 transformou-se no Projeto de Lei de Conversão 25/2019, encaminhado à Câmara dos Deputados para votação em Plenário, o que também ocorrerá no Senado.

SEGUROS