Defesa

Cruz Alta: Simers alerta para situação preocupante do Hospital São Vicente de Paulo

13/07/2018

O Simers (Sindicato Médico do Rio Grande do Sul) alerta para a situação preocupante do Hospital São Vicente de Paulo, de Cruz Alta. Os médicos que atuam na instituição estão com pelo menos cinco meses de remunerações atrasadas. Algumas especialidades estão com atrasos superiores a doze meses.

Os médicos seguem prestando atendimento, apesar das sérias dificuldades financeiras, mas cogitam rescindir seus contatos se nada for feito. Dessa forma, o atendimento aos pacientes de Cruz Alta e região, desde o Pronto-Atendimento até serviços como o de oncologia, ficará seriamente comprometido.

"Os médicos estão trabalhando mesmo sem receber para não prejudicar ainda mais a população, mas a situação chegou em um ponto insustentável", disse o delegado regional do Simers em Cruz Alta, Osvaldo Barcelos.

O Simers também alerta a 9a Coordenadoria Regional de Saúde e o Ministério Público para que tomem providências. A entidade médica reforça ainda que também há atraso no pagamento do termo de confissão de dívida, assinado no início de 2017, que envolve salários não pagos do ano anterior.
SEGUROS