Defesa

Após pressão do SIMERS, médicos do Hospital de Frederico Westphalen recebem atrasados

29/05/2017

Hospital Divina Providência
Hospital efetuou pagamento dos valores em atraso para os médicos. Foto: Divulgação


Após pressão do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (SIMERS), os médicos que atuam no Hospital Divina Providência, em Frederico Westphalen, no Norte do Estado, receberam os honorários relativos ao mês de dezembro de 2016. O Sindicato havia notificado a instituição no final de março a efetuar os pagamentos. Caso os valores não fossem depositados, os médicos rescindiriam os contratos. O pagamento foi efetuado na semana passada, antes de vencer o prazo dado pelos médicos. Cerca de 30 profissionais estavam com os honorários em atraso.

Há meses o SIMERS manteve as negociações com a instituição e a prefeitura para que a situação seja regularizada. No dia 16 de fevereiro, os médicos receberam os valores correspondentes ao mês de janeiro de 2017. Depois, foram pagos os valores relativos ao mês de fevereiro. No final de janeiro, a instituição recebeu mais de R$ 1,2 milhão em repasses do governo do Estado.

SEGUROS