A Luta

Após aprovação do PL002/2019, médicos municipários decidem manter reuniões periódicas

28/03/2019


Foto: Simers/Divulgação
Foto: Simers/Divulgação

Os médicos municipários de Porto Alegre lotaram o auditório do Simers para a assembleia geral que ocorreu na noite da última terça-feira (26). Durante o encontro, o presidente da entidade médica, Marcelo Matias, as diretoras Alessandra Felicetti e Adriele Andres, em conjunto com a assessoria jurídica e política do sindicato, passaram informações para o grupo sobre o PLCE 002/2019, aprovado pela Câmara de Vereadores por 24 votos a 12.  Ao final, os médicos deliberaram a realização de encontros a cada 15 dias. 

Apesar de diversos pedidos do Simers para negociar a pauta, a prefeitura desconsiderou a categoria e colocou em votação a proposta que prevê alterações no estatuto dos servidores do município. O projeto entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial. 

Para o presidente do Simers, o PL irá causar danos importantes para a saúde de Porto Alegre que precisarão ser enfrentados. “A saúde de Porto Alegre será atingida negativamente pelo projeto, incluindo desassistência à população. Estamos abertos para o debate, especialmente com a prefeitura, já que a própria fechou as portas para negociações. Estamos convidando o prefeito para debater publicamente as péssimas condições que o município de Porto Alegre está proporcionando aos médicos servidores”, afirmou Matias.


SEGUROS