Defesa

A crise crônica do Hospital Nossa Senhora das Graças de Canoas

15/10/2020


Falta de insumos, medicamentos e até de papel higiênico. Este é o quadro de caos que mais uma vez atravessa o Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), de Canoas. O cenário foi relatado nesta quinta-feira (15), durante a reunião virtual do Simers com os médicos que atuam na instituição, que teve a presença do diretor Jefferson Boeira.

Conforme as manifestações dos profissionais, existe um risco direto aos pacientes, pois o atendimento fica comprometido com a ausência de insumos importantes, como os utilizados na quimioterapia. Destacaram ainda que a direção do hospital vem sendo alertada sobre a situação e ainda não foram adotadas providências para a reversão do caso.

Além da falta de insumos, os médicos também convivem com o atraso no pagamento dos honorários. O último repasse foi relativo ao mês de julho, sendo que receberam apenas 25% dos valores devidos. Na avaliação dos médicos, existe um problema grave de gestão, que pode levar ao encerramento das atividades do hospital.

O diretor Jefferson Boeira disse que o Simers fará uma análise dos fatos apresentados. Posteriormente, a entidade definirá as providências que serão adotadas em relação ao Hospital Nossa Senhora das Graças de Canoas.

O Simers também publicou um Apedido, nesta sexta-feira, em um jornal de Canoas, alertando sobre a situação no hospital. Confira:


SEGUROS