A Luta

Simers na luta contra prejuízos aos médicos e beneficiários do Ipergs

28/02/2018 20:14

O Simers está na luta para evitar que médicos e beneficiários do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (Ipergs) continuem sendo prejudicados. Nesta semana, o diretor da entidade médica Jorge Eltz esteve presente nas principais mesas de debate da Assembleia Legislativa sobre os projetos de lei que, entre outras alterações, desmembram a autarquia em outras duas – IPE Prev e IPE Saúde. Na ocasião, ele conversou com deputados de diversos partidos sobre os pontos que despertam mais preocupação nessas matérias. O objetivo do governo estadual era fazer a votação do PL durante a sessão da última terça-feira (27/fev). Entretanto, sob a pressão do Simers e de outras entidades, a apreciação teve de ser adiada por falta de quórum. A expectativa, agora, é de que a matéria volte à pauta da Assembleia na próxima semana. Trata-se de um debate de alto impacto para o Estado. Ao todo, o Ipergs cobre mais de 1 milhão de gaúchos e conta com 7,2 mil médicos credenciados. Desde 2012, porém, apresenta graves problemas de gestão que resultam na precarização do atendimento à população e em prejuízos para os médicos – que são obrigados a lidar com pagamentos atrasados e valores defasados pelo seu trabalho. O último reajuste concedido pelo Ipergs à categoria ocorreu em 2011. O Simers luta ativamente contra esse desmonte e não aceitará qualquer mudança que possa representar ainda mais perdas para médicos ou pacientes.
SEGUROS