A Medicina

Museu da História da Medicina marca presença na Virada Sustentável

10/04/2018 17:03

Quem passou pelo Parque da Redenção no último sábado (07/abr) teve a oportunidade de experimentar uma pequena amostra do trabalho e do acervo do Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul (MUHM). Integrada à programação da Virada Sustentável, a instituição – que tem o Simers como mantenedor – montou um estande para exibir instrumentos e materiais que preservam a memória da Medicina no Rio Grande do Sul. Além disso, promoveu atividades lúdicas e educativas para os visitantes. Entre as atrações, destaque para o “Acerte no Vírus”, um jogo de perguntas e respostas para adolescentes que busca ampliar os conhecimentos sobre HIV/AIDS. Outra a opção foi o “Monte o Joaquim”, em que a criançada foi convidada a montar o esqueleto e os órgãos do Joaquim, em uma experiência que aprimora o conhecimento e desperta a curiosidade a respeito da anatomia do corpo humano. Ao todo, mais de 200 pessoas passaram pelo estande do MUHM durante o dia – e uma parte delas aproveitou para conhecer as instalações do Museu, localizado na Avenida Independência. Aberto de terça a sexta, das 10h às 18h, e também nos sábados e feriados, das 14h às 18h, o Museu de História da Medicina é mantido pelo Simers e tem entrada franca.
Aprender brincando: com o esqueleto "Joaquim", crianças tiveram noções de composição do corpo humano.
Aprender brincando: com o esqueleto "Joaquim", crianças tiveram noções de composição do corpo humano.
Atividades lúdicas e educativas foram destaque no estande do Museu.
Atividades lúdicas e educativas foram destaque no estande do Museu.
A equipe do MUHM.
A equipe do MUHM. O acesso ao Museu, na Av. Independência, é gratuito.
SEGUROS