A Luta

Simers pede explicações sobre situação no Hospital São Vicente de Paulo

15/10/2020


O Simers encaminhou ofício à Associação das Damas de Caridade de Cruz Alta, mantenedora do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, em Cruz Alta, a respeito da situação na instituição. A entidade médica quer explicações a respeito de três pontos: o atraso no pagamento dos honorários médicos, a falta de contratos formais com os profissionais e a ausência de um diretor clínico na instituição de saúde, tendo em vista a renúncia do titular anterior. Cópias do ofício foram encaminhadas ao Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers) e ao Ministério Público e ao prefeito de Cruz Alta, Vilson Roberto dos Santos. 

Conforme o documento elaborado pelo Simers, alguns médicos estão com atrasos nas remunerações há mais de seis meses e vêm tentando negociar com a direção do hospital, mas não receberam nenhum posicionamento até agora. A entidade médica reforça que ocorreu a renúncia do Diretor Clínico. Porém, no entanto, até agora não foi convocada nova eleição para o cargo, conforme preconiza a Resolução nº 2.147/2016 do Conselho Federal de Medicina (CFM).

De acordo com a Diretora de Interior do Simers, Daniela Alba, essa situação não pode continuar. “Repudiamos, com veemência, a ausência de pagamento aos profissionais. Essa situação pode causar a suspensão dos serviços médicos e o consequente risco de desassistência à população, o que não pode ser admitido”, afirmou.

SEGUROS