A Luta

Ganha força a luta para salvar o Beneficência Portuguesa

18/12/2017

Visita de representante do Ministério da Saúde ao Beneficência Portuguesa
Figueiredo propôs uma consultoria para avaliar a situação do hospital. Foto: Divulgação/Simers


A luta para evitar o fechamento do Beneficência Portuguesa ganhou nova perspectiva na tarde desta segunda-feira (18). Durante uma visita a Porto Alegre, o secretário nacional de Atenção à Saúde, Francisco Assis Figueiredo, subordinado ao Ministério da Saúde, prometeu a realização de consultoria para ter de um diagnóstico completo do hospital.

Além disso, o presidente do Simers Paulo de Argollo Mendes revelou que existem tratativas em curso para que outro hospital de Porto Alegre assuma pelo menos uma parte da estrutura do Beneficência. O objetivo, disse ele, é evitar a interrupção completa ou a deterioração da instituição.

Embora ainda não tenha divulgado o nome da instituição parceira, Argollo garantiu que as tratativas já estão avançadas. “Não falei pessoalmente com o secretário de Saúde de Porto Alegre, mas tenho certeza que teremos toda a ajuda”, adiantou.

Proposta do Ministério da Saúde



Figueiredo disse que o Ministério da Saúde está oferecendo a consultoria de um hospital de excelência para fazer um diagnóstico completo da situação vivida pelo Beneficência. “Assim, junto do secretário municipal de Saúde, poderemos definir o que há de melhor para essa instituição”, pontuou.

De acordo com ele, a consultoria deve ter início em janeiro e pode ser realizada por hospitais como Albert Einstein, Sírio-Libanês ou o Moinhos de Vento, dependendo da disponibilidade de equipes.

Também estiveram presentes na reunião o diretor do Simers Germano Bonow, o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS), o professor de medicina da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) Paulo Roberto Fontes e representantes do Beneficência Portuguesa.

SEGUROS