Surgem novas possibilidades de resgate do Beneficência Portuguesa

A luta para manter o Hospital Beneficência Portuguesa com as portas abertas é o tema da reunião que o presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes, realiza nesta quinta-feira (11/jan), às 14 horas, no Palácio Piratini. O encontro será com o secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Branco, e o deputado estadual Pedro Ruas, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Hospital Beneficência Portuguesa.

O Simers lidera a força-tarefa que busca salvar o Beneficência Portuguesa, instituição filantrópica com 163 anos que enfrenta profunda crise financeira. Nesta semana, Argollo recebeu o secretário da Saúde, João Gabbardo dos Reis, que afirmou ter interesse em abrir imediatamente 30 leitos no hospital. No mesmo período, a Cruz Vermelha procurou o presidente do Simers para oferecer sua experiência de 10 anos em administração hospitalar para auxiliar na recuperação do Beneficência.

“A mobilização ganha cada vez mais força. Além da comunidade e de empresários, é importante que os gestores públicos sejam parceiros dessa luta para evitar a interrupção completa dos serviços ou a deterioração da instituição”, destaca Argollo. Atualmente, o hospital conta com três pessoas internadas, diante dos 187 leitos existentes. Para ajudar a instituição, o Simers desencadeou diversas ações, como a campanha de doações em favor da Beneficência, entre outras.