Em assembleia, trabalhadores do GHC definem data de paralisação

Foto:D

Foto:Divulgação/SIMERS

Diante do corte de direitos como licença capacitação e férias prêmio, além da negativa no reajuste do vale-alimentação por parte da diretoria, os trabalhadores do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) definiram pela paralisação no dia 29 de maio, das 7h às 19h. A decisão foi tomada em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (18), no pátio do Hospital Conceição. Ficou deliberado ainda estado de assembleia geral permanente.

“Nós estamos mais uma vez lutando para fazer valer direitos que já tínhamos e que querem nos tirar sem conversa. A Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) diz que não se proporciona mais nenhum benefício aos trabalhadores. Falam em corte para nós, mas ao mesmo tempo vemos escândalos de milhões de reais com envolvimento de políticos que estão no poder”, destacou em sua fala a presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, Maria Rita de Assis Brasil.

Ainda no dia 29, trabalhadores do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) também paralisam para pedir o reajuste no valor do vale-alimentação, negado pela diretoria da instituição e pela SEST.